VENOM | Personagens da Cultura Pop

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

O Homem Aranha talvez seja um dos cinco super heróis mais importantes da história dos quadrinhos!

Se nos restringirmos à Marvel, certamente sua importância histórica seria imensurável pelo alicerce que criou para que a marca desenvolvesse novos personagens e se tornasse o que é hoje.

O fato é que a história do adolescente Peter Parker, ganhando super poderes após ser picado por uma aranha radioativa, criada por Steve Ditko (arte) e Stan Lee (roteiro), é uma das mais conhecidas tramas da cultura pop no Século XX.

Todavia, hoje não queremos falar do Homem Aranha (mesmo falando muito dele), e sim de um dos inúmeros personagens que orbitam à sua volta: o poderoso VENOM!

E por mais que Venom tenha criado vida própria dentro dos quadrinhos ao longo dos anos, muito de sua narrativa estava ligada ao Homem Aranha.

Grosso modo, Venom seria um simbionte, uma criatura alienígena encontrada num evento em outro planeta, que por algum tempo foi apenas o uniforme negro do Homem Aranha que tentou subjugar Peter Park e, posteriormente, foi abandonado por ele.

O simbionte então se uniu a Eddie Brock, um jornalista que odiava o Homem Aranha, surgindo daí o Venom, um vilão transtornado que almeja apenas destruir Peter Parker.

Claro que colocado assim simplifica muito a “mitologia” de Venom, e, até por isso, nesse texto, vamos explorar sua trajetória no universo dos quadrinhos, um dos mais cativantes personagens da cultura pop.

O NASCIMENTO DE VENOM

O personagem Venom faz sua primeira aparição mesmo que ainda não referenciada na saga histórica “Guerras Secretas”, o primeiro grande evento épico dos quadrinhos da Marvel, onde mostrou que o universo dos seus heróis era na verdade um mesmo universo compartilhado.

Na saga, publicada originalmente em doze edições, entre maio de 1984 e abril de 1985, diversos dos maiores heróis e vilões do universo Marvel são transportados para um planeta misterioso, batizado de “Mundo Bélico”, e criado por um ser extra-dimensional conhecido como Beyonder.

O intuito deste ser que tem o poder de abduzir os seres mais poderosos da Terra seria colocá-los um contra os outros até a morte, oferecendo a cada membro da equipe vencedora a realização de seus desejos.

Duelos, mortes, e um final épico marcaram “Guerras Secretas” na cultura pop dos anos 1980.

Muito além disso, “Guerra Secretas” trouxe algumas adições importantes para o universo da Marvel e, quiçá, o maior deles seja o traje simbiótico do Homem Aranha, adquirido no “Mundo Bélico” após estragos irreversíveis em sua roupa original.

Durante a saga o uniforme do Aranha rasga e ele encontra uma misteriosa máquina alienígena que cria um uniforme capaz de responder aos seus comandos mentais.

O novo uniforme do Homem Aranha estreou na Terra em “Espetacular Homem Aranha 252” e Peter Parker se maravilha com o traje que responde aos seus pensamentos, mudando de aparência ao seu comando e até criando um suprimento orgânico de teia.

Venom Homem Aranha Spider Man Marvel Amazing Spider Man #252
O novo uniforme do Homem Aranha estreou na “Espetacular Homem Aranha 252”

Aos poucos o uniforme vai se revelando como uma sombria e aterrorizante forma de vida alienígena que incorpora os poderes do Homem Aranha.

O simbionte tomado como o uniforme negro do Homem Aranha é  uma criatura irracional, tendo como principal motivação a sobrevivência.

Foi em “Espetacular Homem Aranha 258″,  que Reed Richards, líder do Quarteto Fantástico, descobre que o uniforme negro estava vivo.

O que explicava como o traje vinha dominando Peter Parker durante o sono e exaurindo suas forças como um parasita que se alimentava dele e mudava sua personalidade.

No mesmo número, escrito por Tom DeFalco, Richards livra Peter Parker do simbionte usando raios super-sônicos, e aprisionando-o.

No desenrolar de algumas tramas do Homem Aranha, o simbionte é libertado e em “Ate Que A Morte nos Separe”, na revista “Web of Spider Man 01”, temos um primeiro encontro mortal entre o simbionte e Peter Parker.

A libertação do simbionte veio novamente por vibrações sônicas num dos melhores finais daquela era do Homem Aranha, escrito por Louise Simonson.

Livre do parasita, Peter retoma o controle de sua vida, mas após uma batalha contra o vilão Magma, o Homem Aranha se vê obrigado a usar uma versão reserva do uniforme negro (como em “A Última Caçada de Kraven”, por exemplo, de 1989), e é aí, numa história escrita por David Michelinie, que nasce o Venom como o conhecemos.

Desta forma, em 1988, Venom surgia como o arqui-inimigo do Homem Aranha, tirando o posto que foi do Duende Verde por décadas.

Venom rapidamente se tornou o vilão mais sádico, mortífero e reverenciado dos quadrinhos, obcecado por matar o Homem Aranha.

Venom Homem Aranha Spider Man Marvel Amazing Spider Man #300
A primeira aparição de Eddie Brock como Venom acontece em “Espetacular Homem Aranha 300”, a edição especial do 25º aniversário da publicação, também onde acontece o primeiro encontro épico entre ele e o Homem Aranha.

VENOM, O MAIOR INIMIGO DO HOMEM ARANHA

Ao longo dos anos 1990 e 2000, muitos irão ser vestidos pelo simbionte e todos eles nutrirão uma sede de sangue pelo Homem Aranha, mas Eddie Brock será o primeiro deles, com língua e dentes, e o responsável por batizar o personagem com a  frase

 “Pode me chamar de Venom… Pois é só veneno que tenho pra te oferecer! Eu sou sua vítima, Homem Aranha… O inocente que você arruinou!”

Os hospedeiros de Venom costumam ser homens com alguma ligação com o Homem Aranha.

Eddie Brock, o primeiro, era um jornalista que odiava o herói, assim como Peter Parker, por causa de um problema que levou Brock a ser demitido do Globo Diário envolvendo uma entrevista com o suposto Devorador de Pecados, um serial killer irascível.

Além dos poderes parasitados de Peter Parker (lançar teias, superforça, agilidade e resistência), Venom também pode mudar de forma, inclusive desaparecer, sendo obviamente ótimo em disfarçar seu hospedeiro.

A concepção visual do Venom tem total crédito de Todd McFarlane (o criador de Spawn), primeiramente sobrepondo o físico de Eddie Brock e depois conferindo ao personagem dentes afiados em uma boca descomunal, além de uma língua bifurcada.

Venom era o maior inimigo do Homem Aranha. Tinha mais força que o herói, assim como rapidez. Não acionava o sentido aranha, sabia todos os movimentos do adversário e também sua identidade secreta.

O que tornava os duelos entre os dois mortais, tanto que o Homem Aranha se ofereceu em sacrifício ao simbionte numa cena famosa, que partiu Venom em dois.

Ao longo dos anos 1990 e 2000, alguns irão ser vestidos pelo simbionte e todos eles nutrirão uma sede de sangue pelo herói.

Além de Brock, Mac Gargan também foi hospedeiro de Venom, em 2005, e chegou a fazer parte dos vingadores sombrios (como uma espécie de Homem Aranha sombrio), de Normam Osborn, sendo que anteriormente foi o vilão conhecido como Escorpião, que teve muitos entreveros com o Homem Aranha.

Venom Homem Aranha Spider Man Marvel Amazing Spider Man #300
Os hospedeiros de Venom costumam ser homens com alguma ligação com o Homem Aranha

VENOM, ESTRELA DA MARVEL

O sucesso do personagem foi tamanho que logo tiveram que encomendar um título solo para Venom.

O que significava criar uma revista para um vilão, certo? Mais ou menos…

O simbionte sempre andou sobre uma linha tênue da maldade e da retidão, sendo que seu problema maior era com Peter Parker.

Todavia, traços de “bondade” poderiam ser vistos desde que ele salvou Peter Parker da morte numa das primeiras investidas contra o herói, numa fase pre-Eddie Brock.

Não obstante,  David Michelinie  se valeu disso para torná-lo um protetor letal, que aniquilava vilões, trocando constantemente de lado, tendo até lutado ao lado do Homem Aranha em certo momento, até que Eddie Brock libertou o simbionte vendendo-o.

Mas com Venom nunca é assim tão simples, e Eddie voltaria mais tarde como uma espécie de anti-Venom.

A partir de então, Venom passou pela mão de vilões que atormentariam o Homem Aranha e até se tornou agente patrocinado pelo governo, sendo que sua primeira trama como herói se deu numa série de seis edições lançada em 1993.

É aí que entra em cena Eugene “Flash” Tompson, ex-alcoólatra, paraplégico veterano de guerra e um fã do Homem Aranha. O pretendente perfeito para hospedeiro de Venom.

Em 2010, a Marvel decidiu trazer o título Venom de volta, mas ele estava preso ao corpo de Mac Gargan, de onde foi arrancado à força em 2011.

À procura de um novo hospedeiro que tivesse relação com o Homem Aranha, ele começa a viver junto ao novo hospedeiro, Eugene “Flash” Tompson.

Assim Venom virou um agente secreto para os militares, uma espécie de 007 ultra-excêntrico à moda Marvel.

Venom Homem Aranha Spider Man Marvel
Em 2011 Venom tem como novo hospedeiro Eugene “Flash” Tompson, virando um agente secreto para os militares…

ALGUMAS CURIOSIDADES SOBRE VENOM

Um ano antes de “Guerras Secretas” ser lançada pela Marvel, um fã de quadrinhos tinha sugerido por carta que o Homem Aranha ganhasse um uniforme negro.

Jim Shooter, o homem que encabeçava o projeto dentro da Marvel, comprou a ideia por US$220, tendo inclusive iniciado uma história ao lado do escritor Tom DeFalco, em que o Homem Aranha ganhava uma armadura preta e vermelha projetada por Reed Richards.

Outra curiosidade interessante é que o Venom originalmente deveria ter sido mulher!

Antes da trama desenvolvida por David Michelinie, com Brock como Venom, o primeiro sinal do personagem veio quando Peter Parker quase foi empurrado na frente de um trem em movimento por uma misteriosa mulher.

Porém, o roteirista logo mudou de ideia e escalou um personagem masculino para ser o novo hospedeiro do simbionte.

Além disso tudo, numa história de 1991, Eddie Brock se vê aprisionado na mesma cela que Cletus Kassady. Quando o simbionte vem resgatar Eddie da cadeia, uma pequena parte sua fica presa na parede.

Esse fragmento de criatura alienígena era, na verdade, uma espécie de filhote do simbionte que se uniu a Cletus como seu hospedeiro, dando origem ao sanguinário e alucinado vilão Carnificina.

Confira o trailer do filme que trará Eddie Brock e o simbionte Venom para o universo Marvel dos cinemas…

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *