ATUALIZANDO A DISCOTECA: Tarja, "From Spirits and Ghosts (Score for a dark Christmas)" (2017)

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.


tarja-2017-album-from-spirits-and-ghosts-score-for-a-dark-christmas
Tarja: “From Spirits and Ghosts (Score for a dark Christmas)” [2017, Shinigami Records] NOTA:8,5

Nos países europeus e em maior efetividade nos EUA, as músicas natalinas ganharam, ao passar das décadas, um espaço enorme no mercado fonográfico nos momentos finais de cada ano, sendo que grandes nomes da música, de ídolos do Heavy Metal a baluartes do Jazz, gravaram suas odes aos simbolismos do dia vinte e cinco de dezembro.

Agora é a vez de Tarja Turunen (vocalista que marcou o Heavy Metal do fim do século XX com o Nightwish e conseguiu criar uma personalidade musical cativante após sua conturbada saída da banda finlandesa) se dedicar a registrar seu álbum de canções natalinas, numa proposta que já causa curiosidade seja pela voz angelical – e versátil – de Tarja, seja pelo repertório belamente escolhido e imerso numa estética Heavy Metal de espírito gótico-cinematográfico vívido para clássicos do segmento como “Amazing Grace” (aqui com arranjo suntuoso), “We Wish You A Merry Christmas” (em versão mais introspectiva) ou “Feliz Navidad” (composição do mestre José Feliciano).

E confirmando essa nossa expectativa, o clima do trabalho é construído de modo invernal e único, com atmosfera requintada e obscura, como um conto natalino gótico de Charles Dickens, Alan Poe, ou Connan Doyle sobre fantasmas e misticismo, numa prosa musical refinada e fascinante advinda do requinte das fortes tintas góticas esfumaçadas na natureza melódica, suntuosa e vibrante de uma grande orquestra.

Confira o clipe de “O Come, O Come, Emmanuel”… 

E faixas como (a épica) “O Come, O Come, Emmanuel”, “Togheter” (canção inédita e autoral responsável por dar início ao projeto), e (a teatral) “Deck The Halls” se destacarão de saída pelo viés mais sombrio de sua revisita pela magia lúdica das canções natalinas, tão oníricas e impressionantes quanto um pesadelo suntuoso desenhado por Tim Burton (“God Rest Ye Merry Gentlemen” poderia facilmente estar na trilha de uma de suas alegorias natalinas).

O bom gosto musical deste trabalho passa por todas as suas etapas, seja na escolha do repertório, produção, arranjos, execução, arte gráfica e pós-produção  que conseguiu criar uma mágica para amalgamar elementos sinfônicos, natalinos e cativantes, distantes dos padrões metálicos.

Na verdade, Tarja não caminha num terreno totalmente desconhecido, afinal, em 2006, ela já havia se dedicado ao formato natalino num álbum voltado a canções tradicionais finlandesas, intitulado “Henkäys Ikuisuudesta”. Agora, a ideia estava em explorar a melancolia incorporada naqueles que enxergam a data longe da “glamourização” comum, por serem, como a própria Tarja descreve, “almas solitárias”.

Todavia, não espere uma abordagem depressiva enfadonha, pois tudo aqui tem cara de trilha sonora, com apelo mágico, místico e sombrio entremeado à grandiloquência das músicas natalinas, como bem nos mostram faixas do quilate de “Pie Jesu” (com emocionantes vocais líricos), “Amazing Grace” (costumo duvidar da sensibilidade de pessoas que não se emocionam com essa música), e “O Tannenbaum” (com o sabor das composições de Tchaikovsky nos arranjos).

Confira o clipe de “O Tannenbaum”… 

“From Spirits and Ghosts (Score for a dark Christmas)” pode não agradar os ouvidos mais famintos por guitarras poderosas, bateria ribombante ou baixo empostado como feito em “The Shadow Self” (2016), mas fatalmente reforça a variedade e versatilidade da discografia que Tarja vem construindo em sua carreira solo, com identidade e personalidade mantidas.

E reforçando a aspecto literário do álbum, temos a graphic novel “From Spirits and Ghosts (Novel for a Dark Christmas)”, uma abordagem inédita dentro da gravadora earMUSIC, trazendo quarenta páginas desenhadas por Conor Boyle, baseadas no conceito do álbum de sombras e luz em meio ao invernal ambiente natalino. Infelizmente o material foi feito em quantidade limitadíssima e só pode ser adquirida pelo site oficial de Tarja.

“Eu entrego emoções com minha música e conto histórias quando canto, tudo isso para chegar ao coração do ouvinte”, nos disse Tarja em entrevista recente. Uma afirmação que poucas vezes foi tão verdadeira quanto neste  “From Spirits and Ghosts (Score for a dark Christmas)”.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *