ATUALIZANDO A DISCOTECA: Moara, “Peito Aberto” (2018)

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Por Laira Arvelos

 

“Me vi pequena

Me vi em todas nós

E entendi

A gente se livra do que pode

Mas sente medo todo dia”

 

Moara Peito Aberto
Moara – “Peito Aberto” (2018, Independente) NOTA:8,5

A doçura e força de Moara é algo único e nos traz em “Peito Aberto” algo tão íntimo que se percebe nas letras das músicas o quanto custou expor estes temas, e bastam alguns poucos segundos ouvindo para que uma conexão seja feita.

Esta artista multifacetada de 24 anos canta nosso dia a dia e nossas inquietações. Sem enrolação ou pano de fundo vamos ouvindo nossos medos, angústias e sensações sendo descritas de uma forma natural e singular.

Filha de mãe atriz e pai escritor, Moara deixou a faculdade de Administração na Universidade de Brasília (UnB) para estudar música aos 18 anos.

Mas para ela não foi um caminho fácil, para trazer um trabalho de qualidade a público perseverou bastante. A artista passou dois anos vivenciando o mercado e amadurecendo a ideia de lançar seu primeiro trabalho, nesse meio tempo se uniu a pessoas que acreditaram no seu sonho e construíram em conjunto o processo de realização.

Fez  aulas particulares de canto, Violão Popular no Clube do Choro, estudou Canto Popular e Áudio e Gravação na Escola de Música de Brasília, onde para nossa alegria aprendeu a superar o medo dos palcos. Com este sugestivo e lindo nome; Moara escolheu se apresentar assim para que sua carreira solo nascesse.

As cinco faixas do EP dialogam entre si; quando se percebe já estamos escutando pela terceira ou quarta vez, mas mesmo com a unidade o álbum transita entre melodias diferentes que vão construindo este quadro de enfrentamento e aceitação envolvendo o ser mulher: a força, o amor, a dor, a coragem, a fragilidade, os padrões e a aceitação.

Cantando sua forma de relacionar como o mundo, Moara expressa sua realidade despida de qualquer artifício e embaraço.

“Resisto”, a música à capela vem com a mensagem clara no EP todo, as músicas são escritas por Moara, e têm sua essência, o que conversa com quem ouve com a premissa da mulher como uma força em si. Com tom de luta e desabafo, cantamos resistência, e não há nada a acrescentar à música; “é muito fácil pra quem não tá aqui tentar falar”.

O violão traz “Destino”, e na sequência “Linha de chegada”, trilha sonora para uma caminhada a pé, viagem de carro ou aquela parada no fim de tarde, com um tom reflexivo de pensamento sobre a vida, sobre o caminho, sobre o que muda, sobre os relacionamentos e o que deixamos na estrada

O samba “Cine Brasília” vem com uma brasilidade em sua melodia, com um amor em roteiro, que remonta um amor perdido e culmina com a triste dor e aceitação quando diz “a linda moça que te trouxe, é linda, mas não sou eu”.

Moara Peito Aberto
“Cantando sua forma de relacionar como o mundo, Moara expressa sua realidade despida de qualquer artifício e embaraço.”

O EP chega ao fim com a faixa título, pungente ressoa uma voz poderosa, em ritmo acelerado, acompanhada pela precursão pulsante, mostra uma voz que encontra o seu lugar, pertencer sem julgamentos, uma música que ressoa cura e que merece ser compartilhada e cantada com pulmões cheios e peito aberto, o que é corroborado com o coro da música “Hoje eu sei que sou, e meu corpo é meu, de peito aberto, em meu nome e por mim”.

A música recebe o belíssimo clipe gravado no Lago Paranoá, em Brasília, tem direção, fotografia e edição da Thais Mallon, produção de Renata Schelb e concepção da Thais Mallon juntamente com Isis Aisha e Moara. Água, espelho e pé no chão validam a mensagem de apropriação do seu lugar, do seu corpo e da sua voz.

“Peito Aberto” é uma surpresa boa! Capta a voz e feridas da autora e sua composição dialoga com o sentimento de nós mulheres e nos dá uma vontade de cantá-las até o fim, cantar nossa tristeza, o afeto, a resistência e finalmente nossa aceitação. “Hoje eu sei quem sou!”

O Ep está disponível em todas as plataformas digitais, como: SpotifyDeezerApple MusicYoutube e Google Play.

Comentários

Deixe uma resposta