ATUALIZANDO A DISCOTECA: Marenna, “Livin’ No Regrets” (2018)

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Marenna Livin' No Regrets
Marenna: “Livin’ No Regrets” (2018, Rock Company/Voice Music) NOTA:7,5

A banda Marenna nasceu em 2014, pelas mãos do compositor e vocalista gaúcho Rodrigo Marenna, em paralelo a sua atuação frente à banda Lacross Rock, da qual é idealizador e vocalista desde 2007.

Todavia, a alta qualidade musical de tudo o que orbita ao projeto Marenna e o reconhecimento no Brasil e fora dele, levou Rodrigo a dar maior atenção ao projeto, que já traz na bagagem um EP de 2015, “My Unconditional Faith”, lançado no exterior via Lions Pride Music, e um full lenght de 2016, intitulado “No Regrets”.

E justamente da tour de divulgação de  “No Regrets” que surgiu  “Livin’ No Regrets”, primeiro álbum ao vivo do Marenna, registrado na cidade de Caxias do Sul/RS, um dos shows que foram feitos no sul do Brasil e na Argentina, ao longo de dezoito meses.

Aqueles familiarizados com o Hard Rock/ AOR do Marenna, sabem o quão arrojada à modernidade é a abordagem da banda para a pegada oitentista/noventista do estilo, bem radiofônica e melódica, resultando em composições empolgantes, aos moldes de nomes como H.E.A.T, Foreigner, Jeff Scott Soto, Journey, Whitesnake e Bon Jovi.

No repertório temos treze composições, captadas por Juliano Boz (Digital Master Studios) e Arthur Appel, que também produziu, mixou e masterizou no estúdio Broken Glass em Caxias do Sul (RS).

E justamente aí reside alguns problemas do material, deixando claro que eles advém da fidelidade ao show, mas não há como fechar os ouvidos a um registro um tanto abafado e, principalmente ao som da bateria, que destoou um pouco da organicidade do trabalho.

Se a intenção era criar um disco ao vivo com o clima dos live albuns de hard rock  dos anos oitenta, foram infalíveis, afinal, enquanto rolava  “Livin’ No Regrets”, fiquei o tempo todo lembrando de quando ouvia as fitas K7 gravadas à partir dos VHS dos shows de hard rock, e com isso foi capaz de retomar lembranças saborosas.

Ressalto que, mesmo com esse ‘talvez’ na produção, a dupla Boz/Appel conseguiu capturar a energia cativante emanada no palco, ao mesmo tempo que os músicos foram competentes em desfilar as composições com poucas alterações das originais, e esses problemas técnicos não são capazes de abalar o feeling e o poder destas músicas.

No palco, Rodrigo Marenna está acompanhado de Arthur Appel (Baixo e vocal), Aaron Alves (Guitarra e Vocal), Gionathan Sandi (Bateria), e traz, para dar ainda mais cor ao panorama de  “Livin’ No Regrets”, as participações especiais de Sasha Z (Guitarra Solo em “Fall In Love Again”), Mauricio Pezzi (Teclados) e Jonas Godoy (Guitarra e vocal), numa apresentação extremamente energética, e sem erros técnicos, mas também sem arroubos de espontaneidade.

No mais, no que tange ao show registrado em “Livin’ No Regrets” temos um desfile irresistível de refrãos grudentos, clima festeiro, arranjos positivos e apaixonados, linhas vocais dramáticas e empolgantes, guitarras transbordando melodia, riffs ganchudos e solos dilacerantes, além de uma cozinha pulsante permeada por teclados precisos, com destaque a faixas como “Fall In Love Again” (originalmente produzida em 2015 em parceria com os irmãos Andria e Ivan Busic [Dr. Sin]), “Can’t Let It Go”, “Never Surrender”, “Reason to Live”, “About Love” “Life Goes On”..

“Livin’ No Regrets” é um material que, mesmo com problemas pontuais alheios à performance da banda, coroa os quatro anos de trabalho de Rodrigo à frente do Marenna, com clima envolvente e de reverência sem estereotipização de uma época dourada para o Rock.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *