VOCÊ DEVIA OUVIR ISTO: Led Zeppelin, “Led Zeppelin I” (1969)

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Dia Indicado para ouvir: Sábado

Hora do dia indicada para ouvir: Dez da Manhã.

Definição em um poucas palavras: Classudo², Guitarra, Pesado, Pra Encher a Cara, Psicodélico, Rock Inglês.

Estilo do Artista: Classic Rock.

Led Zeppelin I
Led Zeppelin: “Led Zeppelin I” (1969, Atlantic)

Comentário Geral: Existem, na história do rock, três pilares do rock pesado: Black Sabbath, Deep Purple e Led Zeppelin. Cada um trazia uma pegada diferente e o “zepelin de chumbo” vinha, em seu primeiro álbum, simplesmente intitulado “Led Zeppelin I”, deflagrando a bandeira de um heavy-blues misturado a pitadas de folk-rock que já imprimiam identidade àquela que viria se tornar uma das maiores bandas do estilo.

Descendente direto dos Yardbirds, o Led Zeppelin herdou muito de suas características desta primeira banda de Jimmy Page. O guitarrista entrou para o Yardbirds em 1966, tocando ao lado de Jeff Beck por um período, que substituía Eric Clapton. Ali, mesmo com apelo mais pop, existia o embrião da mistura de rock blues que faria do Led Zeppelin uma lenda do rock, além de ajudar a embalar o heavy metal.

Após a debandada dos membros  do Yardbirds, Page, ao lado do baixista Chris Dreja, reuniu um grupo de músicos para cumprir as datas agendadas pela banda como The New Yardbirds. Robert Plant e John Bonham vieram para os vocais e bateria, respectivamente, e quando Dreja saiu antes dos shows John Paul Jones foi recrutado para o baixo.

A mudança de nome veio indiretamente de Keith Moon e John Entwistle, a cozinha do The Who. Numa conversa com Page eles disseram que se formassem realmente o supergrupo com Page e Jeff Beck, como era planejado pelo guitarrista, eles “cairiam como um zepelim de chumbo”.  Para os vocais deste projeto estava cogitados Steve Winwood e Steve Marriott.

Assim, quando resolveu rebatizar sua nova banda, Page pediu para Moon o nome Led Zeppelin, e aí nascia um dos maiores gigantes da história do rock. As mudanças ocorreram de modo tão rápido que o New Yardbirds terminou a turnê escandinava em 7 de setembro de 1968, e em 15 de outubro do mesmo ano o Led Zeppelin fazia seu primeiro show, na Universidade de Surrey.

Led Zeppelin I
“Led Zeppelin I” deflagrava a bandeira de um heavy-blues misturado a pitadas de folk-rock que deram identidade a uma das maiores bandas do Rock, já em seu álbum de estréia, “Led Zeppelin I”…

Pouco depois já estavam em estúdio para gravar seu primeiro disco, que sairia pela Atlantic. Lançado em 1969, muitos alegam que o heavy metal começou aqui, mas o disco trazia muito folkblues se comparado ao primeiro disco do Black Sabbath, convencionado como o ponto inicial do gênero.Para saber mais sobre o nascimento do heavy metal acesse esse nosso texto especial. 

Apesar dos fãs dividirem suas predileções entre “Led Zeppelin IV” ou “Physical Graffiti” (o qual também indicamos neste texto), o DNA “zeppeliniano” esta aqui nestas nove faixas que se dividem entre composições autoriais e robustos covers de blues, de nomes como Willie Dixon e Muddy Waters.

“Baby, I’m Gonna Leave You” (balada com introdução folk e arranjos pesados no meio da música) já prenunciava “Stairway To Heaven”, enquanto “Dazed and Confused”, um blues acachapante com uma linha de baixo  “engordurada” e descendente, aliada aos dois covers de Willie Dixon, “You Shook Me” e “I Can’t Quit You Baby”, mostravam que as raízes bluesy dos Yardbirds ainda eram latentes nas guitarras cheias de estilo de Jimmy Page.

“Good Times Bad Times” e “Communication Breakdown” podem ser encaradas como primeiros esboços do metal britânico e “Your Time Is Gonna Come” é uma canção ímpar em toda a discografia do grupo.

Palavras quanto às performances de Page, Bonham e Plant são desnecessárias, mas o baixo de John Paul Jones, sempre subestimado, é destaque em todo o disco e, à partir daqui, a tríade do instrumento no rock era completada por John Entwistle, do The Who, e Roger Glover, do Deep Purple.

No mercado norte-americano as opiniões se dividiram entre críticos e público. Muito bem recebido no mercado dos Estados Unidos, “Led Zeppelin I” levou a banda a iniciar suas turnês naquele país. No Texas Pop Festival de 1969, eles se apresentaram por quatro horas seguidas desfilando, além de suas composições, versões aditivadas de clássicos dos primórdios do rock.

Todavia, a imprensa americana detonou o disco. A Rolling Stone descreveu o “Led Zeppelin I” como o “primo pobre” de “Truth”, do Jeff Beck Group, dizendo ainda que Jimmy Page era um “compositor fraco e sem imaginação”, e Plant era “um vocalista de gritos histriônicos e pouco convincentes”. Nada melhor que o tempo para clarear a realidade!

Mais do que um clássico, “Led Zeppelin I” é  um divisor de águas no rock! Ou seja, VOCÊ DEVIA OUVIR ISTO…

Ano: 1969.

Top 3:  “Your Time Is Gonna Come”, “Dazed And Confused” e “Communication Breakdown”.

Formação: Robert Plant (vocal, Harmônica), John Paul Jones (Baixo, Órgão), John Bonham (bateria), e Jimmy Page (guitarras, violões, e steel guitar).

Disco Pai: Muddy Waters – “The Best Of Muddy Waters” (1964).

Disco Irmão: Jeff Beck Group – “Truth”  (1968).

Disco Filho: White Stripes – “De Stijl” (2000).

Curiosidades: Antes da entrada de Robert Plant no New Yardbirds, Jimmy Page convidou um certo Terry Reid, que recusou o convite e indicou Plant, que à época era vocalista da Band of Joy. Reid seria lembrado como o cara que recusou não só o Led Zeppelin, mas também o Deep Purple.

Pra quem gosta de: Classic rock, jeans e camiseta , cerveja e carne vermelha.

Comentários

1 comentário Adicione o seu

  1. a-barcellos disse:

    Realmente este disco é uma obra-prima irretocável, um prelúdio da mistura de estilos e sons que fez do Zeppelin uma banda única na história da música.

  2. Sábias palavra… obrigado pelo comentário e volte sempre! Abraços!

  3. Sou suspeito pra falar, mas, talvez nenhuma outra banda levou o “hedonismo” tão a fundo, tão a serio como o Zeppelin, na Holanda o nome do grupo é outro por causa do primeiro nome, uns dizem que rendeu ate processo naquele pais – “The Nobs” (O Pau)!!

Deixe uma resposta