Hoje é Dia de Oscar!!!

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Por Paulo Lopes

Robert de Niro expressou publicamente sua vontade de esmurrar o candidato Donald Trump, recuou, é claro, posteriormente, em respeito ao então já Presidente Trump. Bryan Cranston, Stephen King, Barbra Streisand, entre outros disseram que se mudariam para o Canadá caso Trump chegasse ao poder e Meryl Streep expressou enfaticamente o sentimento da classe artística contra Trump, num discurso poderoso, durante a cerimônia de entrega do Globo de Ouro em Janeiro; Foi aplaudida de pé, enquanto Mr, Trump, fazia pouco do fato, chamando Meryl de “atriz superestimada” e “serva de Hillary”. Quando Trump ataca a classe artística e a imprensa, me vem a cabeça uma frase que foi dita em “HARRY POTTER E AS RELÍQUIAS DA MORTE”: “São tempos sombrios, não há como negar, nosso mundo jamais enfrentou ameaça maior…”

 Confira o trailer de “La La Land – Cantando Estações”, o grande favorito do ano, com 14 indicações ao Oscar…

Mas Hollywood, tem um remédio pra isso. Para iluminar essas “trevas” e alegrar os corações, surge “LA LA LAND-CANTANDO ESTAÇÕES”. Não há como errar, premiado com Globo de Ouro, Bafta, Sindicato dos Atores, Dos Diretores e com 14 indicações para o “Oscar”, foi um filme daqueles que aparece no lugar certo e na hora certa pra clarear um cenário sombrio. É Hollywood celebrando a si mesma, através das canções e da dança . Para se ter uma ideia nos 89 anos do prêmio apenas dois filmes alcançaram a façanha de receber tantas indicações: “A MALVADA” (1950) e “TITANIC” (1997).

Mas se ‘LA LA LAND” lidera todas as apostas é bom não desprezar os concorrentes. Foi um ano de bons filmes. Inclusive, depois do #oscarsowhite – o movimento contra a ausência de negros entre os indicados no ano passado -foram realizados bons trabalhos com atores negros e de outras etnias, o que gerou um numero recorde de indicações a prêmios da Academia. E indicações merecidas, diga-se de passagem.

Entre os indicados a MELHOR FILME estão numa crescente filmes como “ESTRELAS ALÉM DO TEMPO”, ganhador do Sindicato dos Atores como Melhor Elenco –talvez, o único dos concorrentes com possibilidade, ainda que remotas, de surpreender o favorito- , os dramas “MANCHESTER A BEIRA MAR”, “MOONLIGHT – SOB A LUZ DO LUAR” e “UM LIMITE ENTRE NÓS”; E, também, “ATÉ O ULTIMO HOMEM”, drama de guerra com direção de Mel Gibson, que parece voltou a cair nas graças da indústria.

No entanto, vale salientar que aqui temos, talvez, a aposta mais certa de “LA LA LAND”, que deve levar esse prêmio. Outras apostas certeiras em “LA LA LAND” são de Figurino, Canção Original, Direção de Arte e Direção. Sim, o diretor Damien Chazelle ganhou tudo até agora e apesar de concorrentes como Mel Gibson, Kenneth Lonergan, Denis Villeneuve e Barry Jenkins, ele parece ter o prêmio garantido. Qualquer outro vencedor seria uma surpresa imensa.

oscar-9Além de LA LA LAND, também concorrem ao grande prêmio da noite os filmes “HIDDEN FIGURES – ESTRELAS ALÉM DO TEMPO”, “MANCHESTER A BEIRA MAR”, “MOONLIGHT – SOB A LUZ DO LUAR” e “FENCES – UM LIMITE ENTRE NÓS”, e “HACKSAW RIDGE – ATÉ O ULTIMO HOMEM”..

Mas não vai ser uma noite sem graça. Além de se esperar muitos discursos inflamados e manifestações contra o atual residente da Casa Branca, alguns prêmios tem uma competição acirrada e podem trazer surpresas. Isso acontece entre todas as premiações para os atores.

Na categoria Melhor Ator, Casey Affleck – o irmão mais novo de Ben e ator em “MANCHESTER A BEIRA MAR” – inicialmente aparecia com boa vantagem, mas Denzel Washington (“UM LIMITE ENTRE NÓS”) vem tirando a diferença. Não vai ser nenhuma surpresa ele levar a estatueta dourada para casa pela terceira vez na carreira. E tem Ryan Gosling, de “LA LA LAND”…

Melhor Atriz tem a disputa mais acirrada. Meryl Streep (“FLORENCE-QUEM É ESSA MULHER?”) bateu seu próprio recorde e recebeu sua 20º indicação, mas tem poucas chances de levar o prêmio, bem como Ruth Negga(“LOVING”); A briga é mesmo entre Natalie Portman(“JACKIE”), que largou como favorita, mas está vendo Emma Stone(“LA LA LAND”), que venceu o Bafta, Sindicato dos Atores e Globo de Ouro, ganhar terreno e correndo por fora está Isabelle Huppert(“ELLE”) que ganhou o Globo de Ouro de Atriz Dramática. De olho nela!

Na categoria dos atores coadjuvantes, as possibilidades se apresentam mais claras, mas, ainda assim incertas. Entre os homens Mahershala Ali(“MOOLIGHT-SOB A LUZ DO LUAR”) aparece com vantagem sobre os outros concorrentes, ele venceu pelo Sindicato dos Atôres e o Bafta, mas não se pode desprezar nomes como Jeff Bridges(“A QUALQUER CUSTO”) ou Dev Patel(“LION-UMA JORNADA PARA CASA”).

Entre as mulheres Viola Davis(“UM LIMITE ENTRE NÓS”), tem o favoritismo, mas Octavia Spencer(“ESTRELAS ALÉM DO TEMPO”) pode-se aproveitar do crescimento de seu filme. Outra possibilidade a se levar em conta é Michelle Williams(“MANCHESTER A BEIRA MAR”). Pode surpreender.

Resultado de imagem para Damien Chazelle

O diretor Damien Chazelle, de LA LA LAND, ganhou tudo até agora e parece ter o prêmio garantido. Qualquer outro vencedor seria uma surpresa imensa.

“LA LA LAND” também tem favoritismo destacado em categorias como Fotografia, Edição e Trilha Sonora Original. Mas em Fotografia, por exemplo, concorrentes como “A CHEGADA”, “SILENCIO” e “LION-UMA JORNADA PARA CASA”, podem também levar o prêmio. Têm qualidade para isso. O mesmo acontece com a Edição e Trilha Sonora, categorias onde todos os concorrentes tem possibilidade de vencer, pois são trabalhos de enorme qualidade.

Aí partimos para as várias outras categorias em que “LA LA LAND” não é favorito. “ZOOTOPIA” leva o prêmio de Animação, mas é bom ficar de olho em “A TARTARUGA VERMELHA” e “KUBO E AS CORDAS MÁGICAS”; A Academia adora surpreender nessa categoria.

Outra polêmica esse ano foi na categoria dos roteiros; A Academia considerou o roteiro de “MOONLIGHT-SOB A LUZ DO LUAR”, como adaptação, enquanto o Sindicato dos Roteiristas , deu a ele o prêmio de Melhor Roteiro Original e deu o prêmio de roteiro adaptado ao filme “A CHEGADA”. Como os dois estão na mesma categoria no “Oscar”, vamos ver o que acontece. Isso acabou beneficiando “LA LA LAND”, que pode levar o prêmio de Roteiro Original.

Filme Estrangeiro, também não tem esse ano um favorito destacado, mas esse prêmio acabou ganhando destaque por conta da lei imposta por Trump, na questão da imigração. O diretor Asghar Farhadi, ficou impossibilitado de comparecer a premiação. Ele é iraniano e seu filme “O APARTAMENTO” tem boas chances de ganhar, bem como o alemão “TONI ERRDMAN”. Mas todos os outros tem chances. Se ganhar o iraniano vai ter protesto inflamado.

Resultado de imagem para Meryl Streep

Meryl Streep (“FLORENCE-QUEM É ESSA MULHER?”) bateu seu próprio recorde e recebeu sua 20º indicação, mas tem poucas chances de levar o prêmio, afinal, a briga é mesmo entre Natalie Portman(“JACKIE”), que largou como favorita, mas está vendo Emma Stone(“LA LA LAND”)…

Bom, não vou me alongar demais nas várias categorias técnicas – figurino, mixagem sonora, edição sonora, efeitos visuais; Essas são categorias que Academia reserva prá indicar os grandes blockbusters do ano: “ROGUE ONE”, “HORIZONTE PROFUNDO”, “A CHEGADA”, “ANIMAIS FANTÁSTICOS E ONDE HABITAM”, etc… Funciona todo ano quase que como um prêmio de consolação.

Mas não se espantem se “LA LA LAND” abocanhar alguns desses prêmios. Pelo menos entre documentários e curta metragens, ele não tem chance. E nem nós, pobres mortais, que raramente temos a chance de ver alguns desses filmes. Este ano documentários indicados como “A 13ª EMENDA” e “EU NÃO SOU SEU NEGRO”, devem serem vistos nos cinemas do Brasil.

Além de tudo vão desfilar pelo palco do Teatro Dolby, de Los Angeles, Leonardo de Caprio, Amy Adams, Javier Bardem, Alicia Vikander, Brier Larson, Dwayne Johnson, Charlize Theron, Scarlett Johansson e dezenas de outros astros que a gente só pode ver atuando. Ali estarão ao vivo!

Também teremos as canções indicadas, apresentadas por Justin Timberlake, Sting, Lin Manuel Miranda, John Legend e Auli’l Cravalho. A noite promete! É claro, depois muitos vão criticar e achincalhar a cafonice, roupas, atitudes e prêmios. Mas ano que vem estaremos aqui de novo. Todos de olho no velhinho dourado e ansiosos com tudo o que vai acontecer. Again!

Confira o trailer do filme “O APARTAMENTO”, que concorre a Melhor Filme Estrangeiro…

Ah! As injustiças do ano? Não foram muitas. Amy Adams foi indicada como atriz em praticamente todas as outras premiações, por seu trabalho em “A CHEGADA” ou “ANIMAIS NOTURNOS” e a Academia a esqueceu no “Oscar”. O mesmo aconteceu com Tom Hanks por seu trabalho em “SULLY-O HERÓI DO RIO HUDSON”, filme pelo qual também poderia ter sido indicado o seu diretor: Clint Eastwood.

Outro diretor que também poderia ter merecido uma indicação era Martin Scorsese, por seu trabalho em “SILENCIO”. E “DEADPOOL”? Ryan Reynolds se desdobrou para conseguir uma indicação para o filme, mas não deu certo…

Finalizando, não sei se os atores citados lá no começo cumpriram a promessa de se mudarem; Não tive noticias. Mas sei que “TITANIC” ganhou 11 prêmios dos 14 aos quais foi indicado e “A MALVADA”, levou 6 das 14 indicações.

So, let’s go to the movies! Let’s go see the stars….

Comentários

Deixe uma resposta