A.·. A.·.: O que era a Ordem da Estrela De Prata?

Assinar blog por e-mail

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

“O método da ciência – A intenção da religião.”

A Estrela de Prata. A primeira ordem iniciática a estudar a Lei da Thelema (uma filosofia ocultista que desfiamos neste texto.), uma filosofia ocultista difundida pela controversa figura de Aleister Crowley (para quem dedicamos este texto especial).

Batizada como Astrum Argentum, Arcanum Acanorum, ou Estrela de Prata, a ordem iniciática, por vezes referenciada  como A.·. A.·.,  foi fundada em 1907 por Crowley e George Cecil Jones.

Supostamente, cada membro da ordem só pode ter contato com outros dois membros: seu mestre e o pupilo que futuramente o guiará. Este é o significado dos três pontos usados na iniciais da ordem.

Ou seja, a evolução dentro da ordem iniciática é individual, ao longo de onze graus de iniciação, na tentativa de limar os conflitos gerados pelo convívio de egos, algo que Crowley experimentou de forma intensa em seu período na Ordem Iniciática da Golden Dawn, ou Aurora Dourada (sobre a qual escrevemos neste texto).

Individualmente, cada membro era guiado à descoberta e à vivência de sua Verdadeira Vontade (um conceito que nasce no “Livro da Lei”, sobre o qual escrevemos neste texto). Esse modo de operação tamffbém retirava a necessidade de um local físico para a ordem, sendo mais uma rede de ensinamento ocultista do que propriamente um templo

O membro da Estrela de Prata deve assumir o “Liber Al”, ou o “Livro da Lei”, como seu livro sagrado, aquele que balizará as decisões de sua vida.

Choronzon thelema
Choronzon, ou o Espirito da Solidão!

Os objetivos do iniciado na Estrela de Prata eram o conhecimento e conversação do Sagrado Anjo Guardião; A experiência de cruzar o abismo e enfrentar Choronzon para renascer como um bebê de Babalon, alcançando  a iluminação.

Choronzon, ou o Espirito da Solidão, é uma das deidades da Thelema, assim como Babalon  e Hadit , identificado por John Dee e Ed Kelly, por meio de magia enoquiana, e no sistema thelêmico é a representação do obstáculo para a iluminação.

Os graus evolutivos dentro da Estrela de Prata eram divididos em três subordens: 1) Aurora Dourada, que englobava quatro graus; 2) Rosa Cruz, dividida em três graus; e 3) Estrela de Prata, com três graus;

Estrela de Prata Graus
Arvore Evolutiva da Ordem Iniciática da Estrela de Prata.

Em suma, Crowley buscava uma forma de entrelaçar religião e ciência, e viu na Thelema e em sua disseminação sua Verdadeira Vontade. À partir daí, a A.·. A.·. era o meio de iniciação nessa nova filosofia e o livro The Equinox seu veículo impresso.

Como um periódico, The Equinox era um trabalho luxuoso sobre misticismo ocidental, publicados nos equinócios da primavera e outono, entre 1909 e 1913. Em 1919, após um período de silêncio, veio “The Blue  Equinox”, que já era a voz também da O.T.O. (a Ordo Templi Orientis), mas aí já assunto pra outro texto, que pode ser conferido aqui.  

A magia e o esoterismo do Novo Aeon pedia por objetividade e resultados concretos, o que estava explícito no lema da ordem: “O método da ciência – A intenção da religião.”

Comentários

Deixe uma resposta